24 de Maio de 2017 às 08h36m00s

Review: Alien: Covenant

Mais do Mesmo

Por: Mr. Potato

Nota: 3

Já fez sua boa ação hoje? Que tal nos deixar um comentário?

A tripulação da nave Covenant foi despertada por causa de um acidente cósmico antes de chegar ao seu destino. Após repararem os danos, descobrem a existência de um planeta mais próximo e com todas as condições necessárias para abrigar vida humana. A existência de vida no local foi constatada, contudo não era os habitantes que estavam esperando.

Ridley Scott prometeu com este novo filme voltar aos clássicos do terror espacial, precisamente trazendo os mesmos elementos do primeiro Alien. E talvez este foi um dos grandes problemas do longa, no que na época era algo original, hoje se tornou um pouco mais do mesmo.

Alien: Covenant tem um roteiro bem previsível e personagens maus construídos. Ridley Scott desperdiçou a chance de trabalhar com a diversidade das pessoas existente na nave, preferindo focar mais no nascimento do Alien.

Um dos únicos arcos que funciona no terror é o dos Aliens, desde o seu nascimento até como eles se comportam, trazendo os únicos momentos interessantes, com a mistura de efeitos práticos, visuais e boas maquiagens.

Outro ponto positivo é a fotografia de Dariusz Wolski que consegue trazer profundidade em muitas cenas, com suas cores mais escuras onde mostrava a seriedade do momento e uma bela cena visual no túnel.

Alien: Covenant é um filme divertido com muitos clichês, não chega ser uma bomba, mas ficou muito abaixo das expectativas pelo elenco contratado e a direção experiente de Ridley Scott.

Tem algo a acrescentar a esta notícia? Compartilhe nos comentários.

Destaque EsporteNerd: O Alien


Ficha Técnica

Gênero: Terror
Título Original: Alien: Covenant
Diretor: Ridley Scott
Elenco: Michael Fassbender, Ridley Scott, Guy Pearce, Demian Bichir, Katherine Waterston, James Franco, Carmen Ejogo, Billy Crudup, Callie Hernandez, Jussie Smollett

Fonte: EsporteNerd

Leia Também

Comentários

Tem algo a acrescentar a esta notícia? Compartilhe nos comentários. Toda crítica é bem aceita, mas por favor sem desrespeitar o próximo.
comments powered by Disqus