25 de Dezembro de 2016 às 07h42m07s

Review: Sing - Quem Canta Seus Males Espanta

Não Inspira Ninguém

Por: Jefferson

Nota: 2

Está faltando alguma coisa na notícia? Nos ajude a melhorá-la postando seu comentário.

Desde criança, Buster Moon (Matthew McConaughey), é um coala apaixonado por teatro e com a ajuda do seu pai conseguiu comprar o único teatro existente na cidade. Buster, no entanto, não é um bom empresário e está perto de perder o que mais ama. Ele tem uma última chance para salvar tudo o que lutou para conseguir, e para isso promoverá um show de talentos pela cidade. Infelizmente sua assistente, a Sra. Crawly (Garth Jennings), erroneamente atribuiu o prêmio em dinheiro ao vencedor de US$ 1.000,00 para US$ 100.000,00 o que faz a maioria dos animais da cidade, com talento e sem talento, a participarem da audição. Contudo, como sempre acontece, algumas coisas acontecerão para atrapalhar este concurso, que já começou com uma mentira.

A Illumination Entertainment, que tem uma parceria de distribuição com a Universal Studios, e é responsável por animações que arrecadam muito nos cinemas, alguns exemplos são Meu Malvado Favorito, Minions e Pets - A Vida Secreta dos Bichos. Além de seu talento em faturar nas bilheterias, também está se especializando em construir um reinado de animações "originais" sem contar uma boa história, apenas apelando para piadas preconceituosas e situações constrangedoras.

E neste ponto é que a Illumination se afasta dos seus principais concorrentes, Disney e Pixar, mesmo ambas sendo do mesmo grupo, elas tentam criar suas assinaturas nas telas, enquanto a primeira conseguiu quebrar a barreira com o beijo do amor verdadeiro, e mostrar o quanto a mulher é capaz de realizar tarefas que supostamente são realizadas por homens, Frozen e Zootopia, a segunda continua fazendo você entrar em um mundo mágico e inexplorado, que faz você olhar para o lado e tentar entender o temperamento difícil daquela pessoa, Divertida Mente.

Sing - Quem Canta Seus Males Espanta tem um tema central, que por sinal é bem importante, que é, se você tem um talento acredite nele, e não deixe ninguém, e nenhum sentimento de medo, dizer ao contrário.

Em alguns momentos parece que o desenvolvimento dos personagens terá algum significado, quando pegamos a Meena, que é o maior animal entre os protagonistas, por causa da sua força e tamanho deveria ter uma imposição maior, mas na verdade é uma garota que tem uma autoestima baixa, e deixa as pessoas decidirem o que é melhor para ela. Por outro lado, temos o Mike, o menor personagem, porém é o que tem o maior ego, e tem uma imposição que o deixa maior que todos, contudo o que seria um bom personagem, acaba se tornando a pior construção de todas. Mike traz consigo as piores piadas, e as mais vexatórias do longa, brincando com o peso, personalidade e força de vontade dos outros concorrentes, e infelizmente, em nenhum momento teve o trabalho reverso desta personalidade. Tudo o que foi dito fazia parte das diversas piadas.

Eles acertaram ao construir a vida de cada personagem, o problema é que elas não foram exploradas. Johnny (Taron Egerton) queria ser cantor, mas seu pai queria que ele seguisse a linhagem da família e fosse para a vida do crime. Então Johnny disse para seu pai que isso era errado, e preferiria fazer algo que gostasse de verdade. Poderia ser um clichê assim, mas na verdade em nenhum momento ser um ladrão é um problema, portanto se Johnny conseguisse participar do concurso e continuar na vida de crime, sem que um não atrapalhasse o outro, estava tudo bem.

Sing conseguirá encantar por causa das músicas populares, e uma dublagem competente com atores famosos. É um filme para divertir as crianças ao invés de inspirá-las a revelar seus verdadeiros dons.

Tem algo a acrescentar a esta notícia? Compartilhe nos comentários.

Destaque EsporteNerd: As canções, revelando o talento de alguns atores ao canto


Ficha Técnica

Gênero: Animação
Título Original: Sing
Diretor: Seth MacFarlane, Garth Jennings
Elenco: Matthew McConaughey, Scarlett Johansson, John C. Reilly, Seth MacFarlane, Taron Egerton, Reese Witherspoon, Mariana Ximenes, Tori Kelly, Jennifer Saunders, Wanessa Camargo, Fiuk, Sandy, Marcelo Serrado, Frozen - Uma Aventura Congelante, Pixar, Disney

Fonte: EsporteNerd

Leia Também

Comentários

Tem algo a acrescentar a esta notícia? Compartilhe nos comentários. Toda crítica é bem aceita, mas por favor sem desrespeitar o próximo.
comments powered by Disqus